Connect with us

Críticas

Crítica | ‘Napoleão’ – Uma grandiosidade épica de Ridley Scott que distorce a realidade

Published

on

Napoleão

Ridley Scott está de volta agora dirigindo um dos seus projetos mais ambiciosos em toda sua carreira, não só pelo fator histórico, mas também por todo um potencial de impactar visualmente com grandes takes e cenas de tirar o fôlego.

Sinopse: As origens do comandante militar Napoleão e sua rápida ascensão. Uma visão através do prisma de seu relacionamento e muitas vezes volátil com sua esposa e por ser amor verdadeiro, Josephine.

A primeira coisa a ser dita é que aqui neste filme você não irá encontrar a história completamente encaixada com a realidade dos fatos. O que isso quer dizer? Há elementos aqui que claramente foram colocados no filme para enriquecer o roteiro e que não necessariamente aconteceram na história de Napoleão.

O que mais impacta nesse filme é seu visual. Com cenas grandes e takes bem abertos, Ridley Scott faz questão de mostrar todo o potencial que seu filme tem ao mostrar cenas de guerra majestosamente coreografadas e numa paleta de cores bem definida. O filme foi feito para ser assistido na maior tela possível.

Outra coisa que nos prende a atenção é certamente as atuações de Joaquin Phoenix e Vanessa Kirby. Os dois tem uma ótima presença de tela e as cenas entre os dois tem uma química que não necessariamente precisa estar em um romance, até brigando ambos parecem estar em sintonia.

O roteiro do filme tem bastantes elementos da vida real mas também tem muitos pedaços de ficção que acabam, na minha opinião, enriquecendo-o e ficando ainda mais interessante, porém isso pode ser encarado como um erro se acreditarem que aqui é tudo verdade.

O ritmo não casa bem com tudo que está acontecendo, então estamos sempre numa montanha-russa com um momento de certa calma, mostrando mais o dia a dia de Napoleão e sua jornada até depois com grandes cenas de encher os olhos, tornando um pouco confusa a linha temporal do filme.

Napoleão, no fim das contas, é um filme ÉPICO que diverte bastante com suas cenas grandes, mas acaba distorcendo vários aspectos históricos, prejudicando assim a história que o diretor quer contar.

Avaliação: 3.5 de 5.

Obs: Uma versão estendida de 4 horas deverá chegar à Apple TV+ em breve.

Napoleão estreia dia 23 de novembro nos cinemas do Brasil

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Sair da versão mobile