Connect with us

Marvel

Estrelas de The Marvels falam sobre o filme

Published

on

The Marvels

O próximo filme da Marvel Studios é THE MARVELS, que será dirigido por Nia DaCosta e estrelado por Brie Larson, Iman Vellani e Teyonah Parris, além de ter Samuel L. Jackson, Zawe Ashton e Park Seo-joon em seu elenco.

Recentemente o elenco deu uma entrevista para a EW. Briedisse que aprendeu muito com Iman durante as gravações.

“Acabei de aprender a confiar em Iman porque ela realmente tem seus cronogramas em ordem. Ela é a única que está sempre nos ensinando. Eu não saberia quantos anos Carol tem sem ela. Ela realmente faz as contas.”

Samuel, por sua vez, disse que Vellani escondeu-se atrás de Nia ao vê-lo pela primeira vez no primeiro dia no set.

Nia falou sobre a conexão das três protagonistas no set.

“Foi um vínculo muito fraternal no set. Foi muito divertido ver como o relacionamento delas reflete o relacionamento delas no filme.”

Em The Marvels será a primeira vez na história do MCU (Universo Cinematográfico da Marvel), em que vemos três mulheres como protaganistas.

“Estou animada que o MCU tenha três mulheres principais, todas de origens muito diversas, e todas são vilãs à sua maneira. Será realmente emocionante ver essas mulheres inteligentes, divertidas, espertas e problemáticas encontrarem seu caminho.”

“Isso era algo sobre o qual Kevin e eu conversamos desde o início, que era assim que essa história fazia sentido”, explica Larson sobre Kamala estrear como Ms. Marvel no ano passado e Monica aparecendo como uma criança nos anos 90 a definiu em Capitã Marvel antes de fazer sua estreia como adulta em WandaVision de 2020.

Brie falou sobre o aprendizado da Capitã Marvel para o trabalho em equipe com as outras heroínas em The Marvels.

“Entendo esse sentimento de medo de abrir mão do controle, de ter medo de passar a responsabilidade para os outros. Você quase quer assumir todo o fardo sozinha. Então, acho que esta é uma metáfora incrível para aprender a estar em equipe. É um exemplo muito claro de que ninguém pode fazer tudo sozinho. Você precisa de todos os tipos de conjuntos de habilidades, todos os tipos de pessoas com diferentes pontos de vista e origens diferentes para salvar o mundo.”

Carol Danvers não retorna à Terra desde a batalha final de Vingadores: Ultimato, lá em 2019 (o que é 2023 no ano em que o filme se passa dentro do MCU).

“A maneira como consegui explorar e entender é o conceito de que Carol se tornou viciada em trabalho e perdeu o contato com seu coração, com a família e os amigos. Isso é certamente algo com o qual posso me relacionar.”

Sobre família e amigos, isso certamente respiga em Nick Fury.

“Ele está ligando para ela, e ela está em galáxias muito, muito distantes”, explica Jackson. “Ela disse, ‘Fury, por que você está me ligando? Eu disse para você não usar esse [número]’. Ele diz: ‘Você me deu, então vou usar. E estou ligando para você porque preciso da sua ajuda!'”

No filme da Capitã, vemos que Monica ainda é uma criança e tinha muito amor e carinho por Carol, mas Danvers partiu para proteger outros mundos.

“Carol é uma grande parte da vida de Monica em Capitã Marvel ”, explica Parris. “Quando a vemos em WandaVision, você tem a sensação de que ela não fala com Carol há muito tempo. Então, temos que abordar essa distância entre elas.”

A produtora executiva Mary Livanos diz que a Marvel já estava pensando no retorno futuro ao incluir Monica como uma criança menor em Capitã Marvel“Sempre na minha cabeça estava uma história baseada na reconexão familiar e como isso pode ser difícil de navegar”.

Em relação aos poderes das nossas heroínas, Carol pode absorver energia e disparar poderosas explosões de fótons; Monica pode manipular todos os comprimentos de onda do espectro eletromagnético; e Kamala pode endurecer a luz, que ela usa para fazer punhos gigantes ou trampolins no ar.

Eu sou um grande nerd da cidade de Nova York, e aqui estava esse herói que era um grande nerd de Jersey City, escrevendo fanfics do jeito que eu costumava fazer quando tinha essa idade“, explica DaCosta, que também é a primeira mulher negra a dirigir um filme da Marvel Studios. “Foi muito divertido me sentir próxima daquele personagem de uma forma tão específica, de uma forma que você não costuma sentir quando é o Homem de Ferro ou Thor. Personagem que eu amei por uma década para a tela grande.

Parris estrelou anteriormente Candyman, de DaCosta, e ela elogia a voz distinta de sua diretora e a capacidade de encontrar uma nova perspectiva em uma franquia existente. “Mesmo que você trabalhe com ela uma vez, você sente como, ‘Oh, nós somos os melhores amigos’“, diz Parris. “Eu amo o quão inteligente ela é. Eu amo o quão forte é o ponto de vista dela. E eu amo que ela tenha uma visão muito nova do material.

Iman pegou a palavra para si durante a entrevista e elogiou a diretora.

Ela também tem uma vibe muito calma. Esses filmes não são nada fáceis de fazer. Há um milhão, um bazilhão de pequenas peças em movimento. Ela e Mary [Livanos] fizeram um ótimo trabalho para manter o moral alto. Mesmo que houvesse dias em que eles queriam arrancar a cabeça das pessoas, elas nunca iriam mostrar isso e nunca colocariam seu estresse em mais ninguém.

O maior desafio foi encontrar o equilíbrio entre meu ponto de vista como diretor e como nerd dos quadrinhos”, admite DaCosta. “Obviamente, há mudanças entre os quadrinhos e os filmes, e às vezes eu fico tipo, ‘Ei, ei, ei!’ Às vezes, Kevin [Feige] dizia: ‘Você está sendo muito nerd. Por favor, pare.’

Zawe Ashton será a vilã Kree, Dar-Benn, que está lutando para restaurar sua terra natal após uma longa guerra civil.  

Zawe é muito fã de Nia, e até fez uma ligação para a diretora para ambas trabalharem juntas, e um ano depois, Ashton recebeu um telefonema surpresa de seus agentes dizendo que DaCosta estava lhe oferecendo um papel.

“Eu fiquei tipo, ‘Oh, o pequeno filme sobre o qual falamos na pandemia, brilhante’. Eles disseram, ‘Não, na verdade é para se juntar ao elenco de Capitã Marvel 2 .”

Ashton é casada com Tom Hiddleston, o Loki da Marvel Studios nos cinemas e na sua própria série. Ela revelou que ele tem um papel importante, a incentivando para entrar no MCU.

“Isso levou a algumas conversas incríveis sobre sua experiência de fazer parte desta franquia por mais de uma década. Uma das principais conclusões de nossas conversas foi ‘O que você coloca na Marvel, você recebe de volta’. Ele disse: ‘Se você entrar nisso com o coração aberto e uma grande ética de trabalho e apenas quiser proporcionar uma experiência incrível para os fãs, você terá uma experiência incrível nesses sets.’ Ele realmente me empoderou dessa forma.”

No novo filme da Marvel Studios, Goose é interpretado por dois atores felinos chamados Nemo e Tango, e havia mais gatinhos no set, afirma Livanos.

“A equipe ficava encantada sempre que os gatinhos estavam por perto. Era como o Natal, quando tínhamos nossas cenas maiores de gatinhos. Todo mundo tinha seu próprio favorito.”

Brie Larson revelou ser alérgica aos felinos.

Espero que isso mude. Mas até que isso aconteça, muito do orçamento CGI vai para mim e para o gato.

E seu nariz escorrendo“, brinca Parris.

Zawe revelou que malhou muito para ficar forte fisicamente para o filme.

Eu estava dizendo o quanto estava amando malhar e ficar fisicamente forte, e ela disse, ‘Faça o que fizer, por favor, não apareça aqui no primeiro dia parecendo um lápis!’. Essa foi a coisa mais libertadora para uma artista que pensou que a única maneira de estar diante das câmeras em filmes como este é apresentar esteticamente de uma certa maneira. Ter o poder de Nia – e o poder da equipe de dublês – para saber que se trata de atitude mental, sua agilidade e sua força mudaram a vida.

Brie falou sobre o tom de The Marvels.

“Não precisa ser intenso e pesado. Há muito humor. Acho este filme muito engraçado e rimos muito enquanto o fazíamos.”

É uma extravagância de ficção científica feminina, com uma mulher do outro lado da câmera. Eu me senti muito emocionada, na verdade, por estar envolvido nisso. Não é um ambiente em que você costuma estar – um filme de grande orçamento com todas essas mulheres duronas e Samuel L. Jackson. Isso simplesmente não acontece.” Explica Ashton.

Nia falou sobre quando Feige, o chefe da Marvel Studios, brincou durante as filmagens de The Marvels:

“Às vezes, Kevin Feige dizia: ‘Você está sendo muito nerd. Por favor, pare.’”

Iman então falou sobre a evolução do MCU para personagens como a Viúva Negra e produções liderdas por mulheres.

“Temos muita sorte porque temos uma infinidade de personagens femininas com falhas reais e arcos reais. Repetidamente, está provado que essas histórias não apenas têm uma base de fãs tão robusta, mas também vendem. A Marvel sempre defendeu a ideia de encontrar essa versão idealizada de si mesmo por meio de seus personagens – uma versão de si mesmo que pode voar no espaço ou parar um trem com uma mão. Acho que a aspiração de ser maior do que você é um sentimento tão universal, independentemente da identidade de gênero. Espero que as pessoas reconheçam isso e encontrem maneiras de se identificar com todos os nossos personagens.

O maior perfil de fãs da Capitã Marvel do Brasil legendou a entrevista divertida das nossas meninas para a EW.

The Marvels estreia em 09 de novembro nos cinemas.

blob:https://ew.com/cc899f7e-64c2-47f4-ad53-bc91794c0142

5 Comments

5 Comments

  1. Pingback: SPOILERS: Ator fala sobre sua morte em Invasão Secreta. | Nação Marvel

  2. Pingback: Invasão Secreta - Produções de espionagem no Disney+ | Nação Marvel

  3. Pingback: LEGO divulga set exclusivo de The Marvels | Nação Marvel

  4. Pingback: Nia DaCosta fala sobre as heroínas de The Marvels | Nação Marvel

  5. Pingback: Novo trailer de THE MARVELS revela jornada das heroínas | Nação Marvel

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Sair da versão mobile