Connect with us

Críticas

Crítica | Chama a Bebel traz temas importantes de forma divertida

Published

on

Chama a Bebel

Chama a Bebel é o mais novo filme infantil brasileiro, que chega nesta quinta-feira (11) aos cinemas de todo o país. Protagonizado por Giulia Benite, o filme tem direção e roteiro de Paulo Nascimento, e promete ser um sucesso para a criançada nesse mês de férias. Nós já conferimos o filme em primeira mão, e vamos falar sobre o que achamos. Confira mais críticas nossas aqui:

Sinopse: Bebel é uma jovem cadeirante que mora com a mãe e o avô no interior. Para continuar seus estudos, ela acaba se mudando para a cidade grande, onde novas adversidades passam a fazer parte de sua vida, começando com sua tia Marieta. Na escola, seu engajamento nas questões ambientais faz com que rapidamente ela exerça uma certa liderança. No entanto, um poderoso magnata local não gosta nem um pouco desse ativismo a favor do meio ambiente na sua região.

Chama a Bebel é um filme que, particularmente, me agradou muito. Mesmo que tenha algumas coisas que incomodaram e pareceram artificiais, entendo que não é um filme que foi feito para o público que eu me enquadro, é um filme infantil, e que muito provavelmente não irá parecer assim para eles. Isso foi perceptível, pra mim, em alguns diálogos na escola, situações que não seriam comuns se não fossem roteirizadas.

Falando no elenco, Chama a Bebel tem nomes muito promissores. Não é segredo para ninguém o talento e o carisma de Giulia Benite (Turma da Mônica: Laços, Lições e A Série), e aqui, ela segue muito bem como Bebel. Seu carisma salta aos olhos e já é possível gostar da personagem logo no começo, mesmo sem saber sua história, e nos momentos mais dramáticos, entrega também uma ótima atuação. Giulia Benite tem uma carreira brilhante pela frente.

Em relação aos outros membros do elenco, não percebi nenhuma atuação ruim, algumas podem melhorar, claro, mas no geral todos estão bem em seus papéis. O destaque do elenco infantil vai para Sofia Cordeiro, que vive a vilã do filme, estreando como vilã no cinema. Ela consegue fazer o público criar raiva da personagem, e não fica jamais atrás de atores mais experientes quando está contracenando, como é o caso de Marcos Breda, que vive seu pai e também vilão.

Do elenco adulto, o destaque vai para Rafael Muller, que vive o professor de Bebel, o ator, que também é deficiente físico, é muito carismático e talentoso, e em seu primeiro filme já mostra que veio para ficar na carreira cinematográfica.

Flávia Garrafa vive a vilã de um dos núcleos de forma muito bem, e Evandro Soldatelli como seu marido e que trabalha junto com o vilão de Marcos Breda, mas que não é mal, e sua atuação consegue mostrar isso muito bem. Larissa Maciel e José Rubens Crachá, como a família de Bebel não aparecem muito, mas nas cenas em que aparecem, fazem boas cenas.

Chama a Bebel é um filme que traz lições importantes sobre o combate ao preconceito, às fake news e também sobre o cuidado ao meio ambiente, e o faz de forma bem lúdica e educativa, e isso é um ponto bem positivo. Pois, ao mesmo tempo que diverte as crianças que irão assistir, as conscientiza desses problemas, ensinando-as desde mais jovens.

Nos quesitos técnicos, Chama a Bebel agrada bastante, possuindo uma fotografia de encher os olhos em várias cenas, uma trilha sonora eficaz e com boas músicas. A atmosfera e as locações usadas por Paulo Nascimento lembram bastante as novelas infantis do SBT, e isso jamais é um demérito, muito pelo contrário, pois isso causa uma sensação de “já vi isso antes”, e faz com que o público já se aproxime mais.

Chama a Bebel é um ótimo filme e que com certeza irá animar a criançada nas férias de janeiro.

Nota: ★★★½

Chama a Bebel estreia nesta quinta-feira, 11, nos cinemas de todo o Brasil.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.